Educação

Como será a educação
Secretarias
Faculdades
Universidades
Escolas federais
Escolas estaduais
Escolas municipais
Professores
Reitores
Diretores
 
 


EDUCAÇÃO COM SE DEVE

Do primário a universidade para todos que não puderem pagar. Avanços tecnológicos em favor da educação – disciplinas estudantis reformuladas, equiparando e superando países chamados de "primeiro mundo".

Laboratórios, artes, bibliotecas, ciência aplicável, meio ambiente, informática, o aluno põe a mão na “massa” e começa a pensar, serão os críticos e cientistas do futuro.

        Veja o porquê a educação não avança. Cada deputado tem sua versão mentirosa, mesmo os chamados de “certinhos”.

        Os cidadãos precisam conscientizar-se de que não existem políticos bonzinhos, e sim, astutos e a maioria malandros e bandidos.

         Este deputado que falou por último é o pior deles, ele foi um dos responsáveis pela fortuna que seus parceiros recebem. Estes são os chamados de (OMISSOS), vê tudo, sabem de tudo, fala "bonitinho" e se declara inocente, como se o problema não fosse dele também.

Com será a educação com a SFB?

A SFB fornecerá aos alunos cursos de etiquetas, bons costumes, artes, esportes, artes-marciais, merenda, uniforme, calçados, transporte e assistência social para famílias problemáticas com dificuldades financeiras ou psicológicas, entre inúmeros outros beneficios.

No novo sistema de governo o aluno só terá uma preocupação, a de estudar..Serão incluídas três línguas; inglês, mandarim e espanhol. Porque estas línguas? Porque são as mais faladas e importantes, tanto para comunicação e interação social como também em questões econômicas.

Em escolas públicas, livros e cadernos restringidos a quase zero, tudo será informatizado para o bem do meio ambiente.

           Escolas para gênios e estudos avançados conferidos aos PHDSigla usada para Philosophiæ Doctor, é um termo oriundo do inglês. PhD é o último e mais alto título acadêmico recebido por um indivíduo, ainda.., todas as instituições escolares adaptadas a pessoas que sofreram perda de membros, ou atingidas por doenças que a impedem de andar, falar, ver ou se locomover naturalmente.

 

          O segundo graus acaba, mas o primário aumenta de oito para 10 anos com repetência, o aluno começará a estudar a partir dos sete anos de idade.. Veja aqui o (por que) só aos sete anos de idade..

Figura ilustrativaFigura ilustrativa

Extingue-se o Vestibular, ENEMExame Nacional do Ensino Médio, entre outros artifícios que (não) contribui com a educação, só complica, enerva e onera o bolso do aluno.

Cursos diversos como técnicos continuarão a cargo da iniciativa privada, mas sempre fiscalizada pelos órgãos competente. O novo sistema de governo dará bolsa para quem deseja apenas fazer estes cursos, caso não possua recursos financeiros.

                  Muita tecnologia e aulas de campo, a escola do futuro deixará de ser o tédio que sempre foi no Brasil.



O aluno entra na escola integral primária e sai da universidade preparada/o para exercer sua profissão com sabedoria, responsabilidade e diploma aceito mundialmente. O salário do professor equiparado em todos os estados. Livros didáticos aprimorados, muita competição e prêmios em dinheiro para escolas que se destacarem.

             Diploma em tempo reaal assim que se formar. Faculdades não podem reter diplomas de alunos inadimplentes, sabemos que existem "leis", mas não são respeitadas.



A (meta) da SFB, é colocar o ensino brasileiro disputando (sempre) os primeiros lugares do planeta, temos milhares de "escolas", mas apenas (1) ou (2) disputam internacionalmente os últimos lugares.

 

A "ARMA" MAIS PODEROSA DO PLANETA É SEM DÚVIDA, A EDUCAÇÃO.

                                                                                                  


Veja as dez melhores universidades jovens do mundo onde o Brasil estará lá,
se vocë desejar.

1º: Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang

     Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang (Postech), na Coreia do Sul, lidera o ranking das melhores universidades com menos de 50 anos.

Fundada em 1986, a instituição tem um orçamento anual de 280 milhões de dólares, sendo que em 2012 pouco mais da metade desse valor (143 milhões de dólares) foi gasto com pesquisa.


2º: Escola Politécnica Federal de Lausanne
     A Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suiça, permaneceu na 2ª posição do ranking mundial, posto alcançado em 2012. Fundada em 1968, a universidade pública é especializada em arquitetura e engenharia.

A escola mantém parcerias internacionais com 40 países, incluindo o Brasil.



3º: Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada
           O Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada (Kaist), na Coreia do Sul, é considerado o mais tradicional do país nas áreas de ciência e engenharia.

 Fundado em 1971, o Kaist tem mais alunos de pós-graduação do que de graduação, fator que segundo a própria instituição é determinante para garantir a excelência e o destaque em pesquisa científica. Além disso, 70% dos alunos que entram na universidade são provenientes de escolas de ensino médio que priorizam as disciplinas de exatas no currículo.



4º: Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong
     A Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong, na China, é especializada em ciência, tecnologia, engenharia e negócios.

 Foi fundada em 1991 e desde então tem como objetivo principal se tornar referência internacional nos seus campos dos especialidade. Atualmente, tem parceria com 36 países e mais de 380 universidades.



5º: Universidade Tecnológica de Nanyang
    A Universidade Tecnológica de Nanyang (NTU, na sigla em inglês), em Cingapura, subiu três posições neste ano em comparação com o ranking de 2013.

Fundada em 1991, a instituição ampliou o número de citações em revistas internacionais no último ano, fator que segundo Phil Baty, da Times Higher Education (THE), foi essencial para o destaque entre as cinco melhores do mundo.



6º: Universidade de Maastricht
     A Universidade de Maastricht (UM), na Holanda, aparece pelo segundo ano consecutivo na 6ª posição do ranking e se destaca como a segunda melhor universidade europeia com menos de 50 anos.

 Criada em 1976, é reconhecida pela excelência na formação de médicos e faz parte das instituições selecionadas pelo programa Ciência sem Fronteiras, do governo federal, para receber alunos brasileiros. A UM tem atualmente 45% de estudantes estrangeiros e 30% de professores de outras nacionalidades.



7º: Universidade da Califórnia
    Universidade da Califórnia, em Irvine, nos Estados Unidos, caiu duas posições no ranking da Times Higher Education (THE) em relação a 2013, descendo para a 7ª posição.

O campus foi fundado em 1965 e abriga os cursos de administração, direito e medicina, entre outros. A universidade é a segunda maior empregadora da região e no último ano gerou impacto econômico de 4,4 bilhões de dólares para o condado.


8º: Universidade de Paris-Sud
       A Universidade de Paris-Sud, na França, foi fundada em 1970 e subiu duas posições em relação ao ranking de 2013. É reconhecida no país pelo destaque nos cursos da área de exatas e biológicas.


A instituição tem aproximadamente 30.000 estudantes e um orçamento anual de cerca de 450 milhões de euros. Dois de seus egressos receberam o Prêmio Nobel de Física, um em 1991 e outro em 2007.



9º: Universidade Pierre e Marie Curie
    Segunda universidade francesa na lista das dez melhores, a Universidade Pierre e Marie Curie (UPMC), em Paris, na França, se manteve na mesma posição do ranking de 2013.

A instituição fundada em 1971 tem nada menos que 17 ganhadores de Prêmios Nobel entre seus ex-alunos, vencedores nas categorias de física, química e medicina. A UPMC tem 18 campi no país e faz parte da Universidade de Sorbonne, a mais tradicional da França.


10º Universidade de Lancaster
    A Universidade de Lancaster, na Grã-Bretanha, apareceu entre as dez melhores universidades jovens do mundo neste ano. Em 2013, estava na 14ª posição. Fundada em 1964, é a mais bem colada da nação, que ainda tem outras 13 instituições no ranking deste ano.

A universidade tem 12.000 estudantes provenientes de mais de cem países. Desses, 93% entram no mercado de trabalho em pelo menos seis meses após a formatura.

O Brasil está muito aquém destas universidades, somente com a (SFB) poderemos possuir um corpo docente a altura da europa, o dinheiro que deveria ir para educação é desviado, não é possível educar sem ferramentas apropriadas.






OBS: A INTENÇÃO DA (SFB) É TORNAR O BRASIL LIVRE, HUMANO E PROSPERO, PARA ISSO É NECESSÁRIO QUE VOCÊ DE SUA SUGESTÃO, CRITICA OU APENAS SEU APOIO NO (FALE CONOSCO). SE ACHAR ESTA MATÉRIA FORA DE SUA PERSPECTIVA, VOCÊ TAMBÉM PODE MELHORA-LA E AMPLIAR O ASSUNTO DE NOSSA PROPOSTA, É MUITO IMPORTANTE O (SEU E-MAIL) SE DESEJA TRANSFORMAR SEU SONHO EM REALIDADE.






 

 

Copyright © 1999. Todos os direitos reservado. Revisado em: . Melhor visualizado em 1280x800 pixel